terça-feira, 21 de julho de 2009

Pensando nos amigos e amigas...

Foi minha prima-amiga quem pediu, mas a ideia de escrever um texto especialmente para esse Dia do Amigo é antiga. Pensei, pensei, pensei em algo sobre a amizade que se adequasse a todos, com o qual todas as pessoas se identificassem, mas a única coisa na qual eu conseguia pensar quando o assunto é “amizade” era nas minhas amigas e amigos. Tudo bem que já está quase no finzinho do dia... (Ops! Já passou da meia-noite!) Mas amizade não depende de datas.

Fui lembrando de cada uma de minhas amigas e da história de cada uma dessas amizades. E me dei conta de que, ao apresentá-las para outras pessoas, o adjetivo nunca é apenas “amiga”, sempre tem um complemento: “essa é minha amiga X, da faculdade”, “essa é minha amiga Y, do trabalho”, “essa é minha amiga N, vizinha”. O tal complemento normalmente se refere à origem da amizade, que pode ser das mais remotas às mais recentes.

Tem amizade mais antiga e mais verdadeira que da própria mãe? Que orgulho dizer: essa é minha mãe e amiga! Amiga para todas as horas, para dar colo, para ajudar nas mudanças, para conselhos. Tão amiga quanto as amigas irmãs (de sangue mesmo). Amigas para sempre, de longe ou de perto. Como diz minha amiga-irmã Desirée: esse “casamento” é pra vida toda, para os momentos bons e para os ruins. Porque amizade também é um tipo de casamento, de união. Só dispensa o sexo e a convivência na mesma casa. Ou nem isso! Tantas amigas que moram juntas! Eu mesma já morei com uma amiga-ex-cunhada. Amizade também pode ser dividir as contas por algum tempo.

Lembro das amigas que intitulo “de infância”. A vizinha do prédio que não vejo há anos e que agora já comprou passagem para me visitar. A coleguinha de sala que continuou colega do magistério e que, apesar dos diferentes rumos, continua sendo a amiga do peito, mãe do meu afilhado e confidente incondicional. E as amigas que já eram crescidas quando eu ainda era criança, a amiga-cunhada, as amigas-primas para quem escrevi minhas primeiras cartas e com quem não abria mão de passar o maior tempo possível. Aliás, uma delas já gerou minha amiga-priminha, a linda Roberta que estampa a porta da minha geladeira e me enche de saudades. São amigas de todas as gerações: desde a mãe de todas, a tia, até a mais novinha e encantadora.

Mas eu não acredito que amizade verdadeira exista apenas entre pessoas do mesmo sexo. Além do meu amigo-irmão (o melhor de todos!), tenho meus amigos do tempo do mestrado, mesmo que a proximidade já não seja a mesma. O negócio é que amizade não se exclui da lista de contatos. E os amigos que são ex-alguma coisa: ex-cunhado, ex-concunhado, ex-colega, até ex-namorado, se isso não parecer muito surreal. Amigo que começou apenas virtual, amigo-primo (família é isso mesmo!), amigos-sobrinhos (meus amores para sempre!).

Tantos amigos e amigas na minha vida, que seria demais listar a história de todos. Como descrever o momento em que comecei a gostar daquela menina que me detestava nas “reuniões-dançantes” da antiga Cruz Alta? Como explicar que aquela passageira do ônibus percebeu que eu não estava bem e me ofereceu sua amizade, que eu continuo aceitando? E as colegas do pós, de quem não me desgrudo mais? Sem falar nas amigas das amigas, da irmã, ou de quem quer que seja, que acabam se tornando nossas amigas também. Tem como dizer que existe um tempo para determinar se uma amizade é consistente? Há um lugar ideal para se fazer amigos?

Eu, pessoa tão positiva, digo NÃO a essas perguntas. Porque minhas amigas e amigos me provam que não há tempo nem espaço nem explicação para amizade. A amizade se instala em nós independente disso. Sem pensar, sem questionar, sem perceber. Quando nos damos conta, somos amigos. E, uma vez amigos, nos tornamos melhores e aprendemos a dividir sem perdas. Apenas ganhos. E a certeza de que, se existe algum amor que é para sempre... é o amor-amigo.

12 comentários:

Bianca De Vit disse...

A todas as minhas amigas e amigos, meu sincero desejo de um lindo dia do amigo, que é hoje, amanhã, depois de amanhã, depois de depois de amanhã.............

Meu carinho e meu abraço forte!

Greice disse...

Feliz dia do amigo, minha amiga-prima!!!! Te amo!!!!!
Beijos!!

conceicao disse...

Esta, do dia do amigo da amizade, eu nem sei dizer que dia é hoje.
Mas, uma coisa eu sei, hoje há um mãe mais feliz pelo carinho pela ternura e por ser a amiga mais antiga da filha.
Felicidades a todas as amigas.

Niléa disse...

Obrigada pelo amor-amigo de prima!!! A Roberta ficou bem feliz que tu tens ela na porta de tua geladeira!! Lembro de muitos momentos de amizade nossos e que bom ter essas lembranças tão boas na minha memória!!!Te amamos!!!!

David disse...

Acredito que na vida nada é por acaso e isso também vale para a amizade. Se certas pessoas estiveram, estão ou estão na sua vida é porque há um sentido.

mãe disse...

Minha filha-amiga !
Com certeza hoje tem uma mãe mais feliz , depois deste texto ! É como sempre te disse : " eu te conheci primeiro !"
É muito bom ter amigos e melhor ainda é " ser " amigo .
Bjs da amiga incondicional e que não vê a hora de te encontar !
Te amo

andre disse...

Perguntei a um sábio,
a diferença que havia
entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado
e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida
companheira.
Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração.
(William Shakespeare)

duas palavras tão diferentes mas tão iguais...
tenho saudades duma amiga minha, e cada vez o tempo juntos vai sendo menos...gosto mesmo dela...

PS: já ando a ler drummond, e tou a gostar

abraco

Clarissa disse...

Minha ERMÃ - amiga, amei teu texto!Tão bom ter um amiga ESCRITORA!!!
lembrei que tbm pode acontecer de se apaixonar pelo melhor amigo da irmã,né!!!! (risos)
Estamos te esperando. Te amo de montão!bjos no coração
(até rimou)

Z, disse...

Miggs ! No dia que eu chego em SSA vc sai, e quando eu volto pro Rio vc chega... Assim fica dificil !

Bjus !

Anônimo disse...

Minha amiga vizinha! Você é um anjo, tem pouco tempo que ganhei você de presente, agora a responsabilidade é grande, vou ter que cuidar de você pq não quero perder esse anjo de forma alguma!!! Obrigada por tudo!!! Amo você com o amor de Deus!!!!Beijos
Rita

lova disse...

vou repetir aqui o que escrevi no mail e faço questão de que todos saibam, pq cada palavra traz toda a verdade do meu coração...
"minha linda e querida amiga bibi: porque hoje sei do exato valor de uma amizade verdadeira, compreendo melhor uma frase que vivia escrevendo nas minhas agendas quando era criança (mais ou menos na época em que nos conhecemos): "a amizade verdadeira é aquela que o tempo não apaga, e a distância não consegue separar"... então, lembra sempre que eu te adoro com todo o meu coração, e que tu tem aqui uma amiga, com a qual tu sempre pode contar... to sempre aqui torcendo pela tua felicidade, pois sei do teu caráter, da tua dedicação, das tuas lutas, e todas elas serão vitoriosas, pelo simples fato de que tu merece! tenho muito orgulho de ti, minha amiga! fique com Deus"...
ah! pra quem não sabe, eu sou a das "reuniões-dançantes", rsrsrs... adorei!
bj, bj!!

Terra de Pan disse...

Quando vais escrever um livro e me mandar com dedicatória?