segunda-feira, 9 de maio de 2011

Mãe




O Dia das Mães passou.

O Dia das Mães passei. Longe da minha mãe.



Minha mãe não me falta.

Minha mãe me sobra.



Tenho minha mãe no espelho,

No formato dos meus olhos,

No meu sorriso,

Nas minhas mãos.



Minha mãe está em minhas escolhas

Minhas decisões.

É o som da voz dela que ouço

Quando sei o que certo e o que é errado.



Minha mãe está em todos os meus dias

No meu ritual de fazer compras e na ordem com que me banho.

No meu orgulho, no meu jeito de ficar brava.

No jeito de arrumar a cama e trocar as toalhas.

No meu tempero e no que incluo no prato.

Na minha profissão.

No meu gosto pela leitura, nas minhas preces.

Na minha caligrafia e nos cartões de Natal.



Minha mãe não me falta.

Ela nunca falta.

Minha mãe me sobra.

Me sobra de amor

Me sobra de atenção

Me sobra, me sopra, me supre, me nutre.

Para que um dia

Eu possa ser uma mãe como ela.

4 comentários:

Tempestade Interior disse...

Simplesmente inefável.
Emocionei-me lendo.

Meu sonho é um dia ser mãe.

Ni.blogspot.com disse...

Que lindo prima!!! É bem isso!! Beijos...que emoção ler tuas palavras!!

mãe disse...

Passei para ver se tinha algum texto novo e deparo-me com este , maravilhoso!Emocionei-me e chorei,claro.É muito lindo, minha filha.
Com certeza serás uma mãe maravilhosa.Tão maravilhosa quanto a filha que és!!!!!!!!!!
te amo muito!
Bjs

Clarissa disse...

sem palavras... a nossa mãe é a melhor mãe do mundo! ah, como agradeço a Deus por ter me colocado filha dela! somos privilegiados por termos a nossa mãe!lindo e emocionante teu texto! bjos