terça-feira, 21 de abril de 2009

Medidas

São breves os momentos bons.
O pouco que você dá
em troca do meu muito.
O problema não é o seu pouco.
Nem o meu muito.
É que nossas medidas
sempre foram diferentes.

4 comentários:

Aguinaldo disse...

Bianca minha cara, como vais?
Grato pela dica. Eu soube do "Fatal", mas não tive o tino de ir ao cinema naquela época (e eu sou bem vagabundo para ir pegar um filme na locadora).
No ano passado eu li vários livros do Philip Roth, mas tive de parar um tanto. Ele sabe ser pesado e espera bastante do leitor. O "animal agonizante" ainda deixa as coisas mais ou menos arrumadas, mas alguns dos demais cobram mais do leitor.
Reparei que você está experimentando tua veia poética de uns tempos para cá. Boas de se ler e boas para se refletir um tanto.
Boa semana para ti.
Aguinaldo

Greice disse...

Bah....acho que o Medidas cai como uma luva para muitas pessoas!!!! Lindo!!! Bj!

mãe disse...

Medidas foi escrito "sob medida " , para muitos .
Dificil é encontrar medidas iguais.
Adorei !
bjs
mãe

Ellen Joyce disse...

Bem pensado! Muito bom passear por aqui! Bjs